segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Devocional do Dia: Deus tem algo maior pra você

Audio

“Então perguntou Amazias ao homem de Deus: Mas que se fará dos cem talentos de prata que dei às tropas de Israel? Respondeu o homem de Deus: Mais tem o Senhor que te dar do que isso.”

2Cr 25:9

Foi uma questão muito importante apresentada ao rei de Judá, e possivelmente a que apresente o maior peso na experiência e tentação do cristão. Perder dinheiro certamente não é algo agradável, e quando o fundamento é ele, nem sempre a carne está pronta para fazer sacrifícios. “Por que eu perderia algo que poderia fazer um bom uso? Não poderia usá-lo para comprar algo que realmente desejo? O que nós faremos sem ele? Tenho que pensar nas crianças, e de como o meu salário é pequeno!” Todas estas coisas, e milhares mais querem tentar os cristãos a terem em suas mãos ganhos desonestos, ou esperamos sozinhos conseguir vencer essas conscientes convicções, e que para nós envolve grandes perdas. Os homens não podem ver esses assuntos sem a luz da fé, e quando ouvimos a doutrina “vida abundante” fica ainda mais difícil de entender.

O Senhor é capaz de dar a você uma resposta muito mais que satisfatória a essa questão primordial, o Nosso Senhor tem em suas mãos a chave do baú do tesouro, e o que “perdemos” por sua causa, Ele pode retribuir multiplicado. Isto será realmente nosso se confiarmos e obedecemos, poderemos dormir em paz, que haverá suprimento de nossa necessidade em justa medida. O Senhor não ficará em débito com o homem. Os cristãos sabem que uma grama do amor de Deus, vale mais do que uma tonelada de ouro. É Ele que coloca um agasalho aconchegante sobre os nossos corpos espirituais, e que certamente é muito maior de que qualquer perda. O sorriso e a proteção de Deus são suficientes para os corações verdadeiros. Para um cristão verdadeiro o franzir de Sua sobrancelha diante de um palacete, faria daquele lugar um inferno! Venha o pior que houver, percamos todo o dinheiro, nós não perderemos o nosso tesouro, porque isso está acima, quando Cristo assentou-se a direita de Deus. Provisoriamente, então agora, o Senhor faz o humilde herdar a terra, e não há boas coisas que cerquem aos que retém, pois caminham em uma estrada de arrogância.


domingo, 29 de novembro de 2009

Devocional do Dia: O exemplo da Graça


Audio

O exemplo da graça crescendo em nossas vidas

E o menino ia crescendo e fortalecendo-se, ficando cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre ele...” “E crescia Jesus em sabedoria, em estatura e em graça diante de Deus e dos homens...” (Lc 2:40, Lc 2:52). Nestes presentes versos podemos ver (e compreender) como a graça pode produzir crescimento em nossas vidas.


Quando o Filho de Deus veio ao mundo em forma de homem, colocou de lado o exercício de sua deidade: “O qual, subsistindo em forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus coisa a que se devia aferrar, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, tornando-se semelhante aos homens” (Fp 2:6-7). O seu crescimento é algo que qualquer homem poderia fazer (exceto que ele não tinha pecado). “E o menino ia crescendo e fortalecendo-se, ficando cheio de sabedoria.” Jesus cresceu em poder espiritual, também o Senhor espera que cresçamos:“Estruturados com toda a fortaleza, segundo o poder da sua glória, para toda a perseverança e longanimidade com gozo” (Cl 1:11). A sabedoria do Pai havia começado a permear Sua vida, e é o que também Ele deseja para nós!: “...sejais cheios do pleno conhecimento da sua vontade, em toda a sabedoria e entendimento espiritual.” (Cl 1:9). Quando Jesus tinha doze anos de idade, a sua maturidade espiritual e sabedoria eram evidentes, de modo que Ele debatia sobre a fé com os líderes espirituais de Israel. Seus pais “O acharam no templo, sentado no meio dos doutores, ouvindo-os, e interrogando-os. E todos os que o ouviam se admiravam da sua inteligência e das suas respostas.” (Lc 2:46-47).


Jesus continuava a crescer em maturidade espiritual, abençoado pelo seu Pai celeste e impactando as pessoas. “...Este é o meu Filho amado, em quem me comprazo; a ele ouvi... Estando, pois, a festa já em meio, subiu Jesus ao templo e começou a ensinar. Então os judeus se admiravam, dizendo: Como sabe este letras, sem ter estudado?” (Mt 17:5 e Jo 7:14-15). O Senhor deseja que andemos com Ele, e levemos o nosso testemunho diante dos outros, que tenhamos uma vida como a de Jesus. “Andai como filhos da luz... Provando o que é agradável ao Senhor... para que vos torneis irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus imaculados no meio de uma geração corrupta e perversa, entre a qual resplandeceis como luminares no mundo” (Ef 5:8, Ef 5:10 e Fp 2:15).


Na vida de Jesus, este progresso espiritual, era realizado pela graça de Deus trabalhando: “E a graça de Deus estava sobre Ele” portanto ela também pode estar sobre as nossas vidas.


Oh Deus de toda a graça, trabalhe em minha vida, Como o Senhor trabalhou na vida de Seu Filho, Jesus. Fortaleça-me espiritualmente e enche-me da Sua sabedoria. Aprofunde a minha intimidade Contigo e aumente o meu poder de impacto espiritual sobre a vida dos outros, por Sua graça e glória, Amém.


quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Devocional do Dia: O Melhor Amigo


"Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz
o seu senhor; mas chamei-vos amigos, porque tudo quanto ouvi
de meu Pai vos dei a conhecer" (João 15:15).

Uma Editora britânica ofereceu, certa vez, um prêmio para a
melhor definição para "amigo". Entre as milhares de
respostas recebidas, estavam as seguintes: "Alguém que
multiplica as alegrias, divide as aflições e cuja
honestidade é inviolável". "Alguém que entende o nosso
silêncio". "Um relógio que marca as horas corretamente e que
jamais pára". A definição premiada dizia: "Um amigo é a
pessoa que entra quando todo mundo já saiu."

Muitas vezes nos sentimos desanimados e sós. Procuramos
alguém para conversar, para nos distrair, para dividir
nossas ansiedades e frustrações e... quase sempre não
encontramos. Percebemos, então, que os amigos são poucos e
difíceis de encontrar.

Há pessoas que passam por nossas vidas e nos parecem
verdadeiros amigos. Estão ao nosso lado no jogo de futebol,
no bar para a cerveja do final de semana, nos passeios à
praia e ao clube, e muitos outros lugares semelhantes a
esses. Achamos que podemos contar com eles a qualquer
momento. Será mesmo verdade? Concluímos que não quando
enfrentamos a primeira crise ou quando não temos mais
dinheiro para as baladas.

Mas há um amigo que está ao nosso lado a todo instante e que
jamais nos abandona. Se estamos felizes, Ele está sorrindo
ao nosso lado. Se estamos tristes, Ele nos consola e nos
anima. Se vivemos momentos de grande fartura e regozijo, Ele
nos parabeniza pelo êxito e nos sugere estender as mãos para
os que não têm a mesma bênção. Se enfrentamos lutas e
necessidades, Ele opera milagres para que nada nos falte,
tocando nos corações dos mais indiferentes para que venham
nos ajudar. Ele está ao nosso lado e sempre estará, mesmo
que não lhe estendamos as mãos ou lhe demos a importância
que Ele tem. Ele não é apenas um amigo, mas "o Amigo", o
melhor Amigo.

Se você sente que todos os seus amigos se afastaram, abra os
olhos espirituais e verá que Jesus Cristo, o melhor Amigo,
continua ao seu lado -- para sempre.

Fonte: Ministerio para Refletir

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Mensagem em áudio: Superando o sofrimento

MeAudio

Adquira esta

Mensagem!!!

Receba em sua casa

Apenas

R$8,00

(seja um abençoador

deste ministério)

Frase do Dia: Não a murmuração

" Vivia reclamando de meus

sapatos furados, até o dia que

encontrei um homem sem pés"

Devocional do Dia: Uma Única Casa


"E ela disse a seu marido: Tenho observado que este que
passa sempre por nós é um santo homem de Deus" (2 Reis 4:9).



Um homem esteve isolado em uma ilha deserta do Pacífico por vários anos.
Finalmente, certo dia, ele avistou um navio navegando próximo ao local onde estava e, freneticamente gesticulou para chamar a atenção de alguém na embarcação. Um pequeno barco veio até à ilha e um marinheiro aproximou-sedele, cumprimentando-o. Depois de uma pequena conversa, o marinheiro perguntou ao homem: "O que são aquelas trêscabanas ali adiante?" "Bem, aquela é a minha casa". "E aquela outra, próximo à casa?" prosseguiu o marinheiro. "Eu construí aquela cabana para ser a minha igreja". "E a outra cabana?" "Oh, é a que eu usava para ir para a igreja."

Esse tipo de comportamento tem sido muito comum nos dias de hoje. Os cristãos, em grande parte, têm uma forma de viver na igreja e outra de viver em casa. Nos dias de culto e
adoração, eles se arrumam como se fossem as criaturas mais santas da terra e nos outros, esquecem-se de que precisam testemunhar e brilhar como filhos que são, de Deus.

Quem chega na casa de um cristão, um pouco antes ou um pouco depois de estarem na igreja, parece um pedaço do céu. Nos outros dias, são tão semelhantes ao mundo que um visitante jamais poderia supor tratar-se da casa de um salvo em Jesus. Assemelham-se ao homem da ilha, tendo uma casa santa, para dias especiais e uma casa diferente para os outros dias da semana.

E como fica o nome do Senhor em tudo isso? Podemos enganar aos irmãos mas, poderíamos enganar a Deus? E aqueles a quem evangelizamos, o que dizem de nossa vida dupla? Cristão nos finais de semana e mundanos nos demais dias. Está o Senhor feliz com o que fazemos? Estamos nós felizes com esta vida enganosa?

Feliz é o homem que tem apenas uma casa espiritual e cuja vida glorifica ao Salvador em qualquer circunstância. Se é dia de ir à igreja, ele procura se santificar. Se não é dia de ir adorar ao Senhor, procura se santificar também. Ele adora ao Senhor na igreja e em casa. Cada momento de sua vida é dedicado a louvar ao seu Senhor e é isso que motiva e
alegra os seus dias.

Quantas casas você tem?

Fonte: Ministério para Refletir

terça-feira, 24 de novembro de 2009

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Devocional do Dia: Ele pagou a pena

"Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas, cada um se
desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a
iniqüidade de todos nós" (Isaías 53:6).


Conta-se a história de um homem que foi levado a um tribunal
, para ser julgado, sendo considerado culpado. O juiz, por coincidência, era um amigo dos tempos de juventude do acusado, embora não tivessem se encontrado por muitos anos. Mantendo-se imparcial o juiz condenou o homem e determinou que pagasse a pena apropriada para seu caso. O Valor era tão grande que o homem não podia pagar. A única alternativa era a prisão. O juiz, então, fez algo muito incomum. Deixando a sua cadeira, aproximou-se do condenado, apertou-lhe a mão e anunciou: "Eu estou pagando a pena porvocê."

Esta história nos lembra do amor de Deus e de como Ele pagou a pena dos nossos pecados.Éramos culpados, merecíamos a condenação, e a sentença deveria ser viver longe do nosso Senhor. Mas Cristo pagou o preço, morreu em uma cruz, derramou Seu sangue puro para que pudéssemos ser livres da condenação e ter direito à vida abundante e eterna.

Aqueles que abrem o coração para o Salvador não precisam viver em uma prisão espiritual. As grades da aflição, do desespero, da solidão e da depressão foram abertas. Estão livres! Livres para cantar, para sorrir, para amar, par a ter esperanças, para sonhar, para ultrapassar obstáculos, para ter coragem de lutar e vencer, para viver a felicidade para sempre.

E o que tivemos de pagar para isso? Nada! Apenas aceitamos o pagamento feito pelo Senhor. Apenas desfrutamos de Seu amor. Apenas deixamos Sua luz brilhar em nós. Apenas dizemos:
"Eis-me aqui".

Como é bom saber que estamos livres, que fomos perdoados, que temos um Senhor de braços abertos para nos receber e nunca mais permitir a nossa condenação.

Fonte: Ministerio para Refletir

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Devocional do Dia: Deus da minha Salvação




















"Disse então Maria: A minha alma engrandece ao Senhor, e o
meu espírito exulta em Deus meu Salvador" (Lucas 1:46, 47).

O Exército da Salvação promoveu vários encontros em
Birmningham, Inglaterra. Em uma dessas reuniões, um dos
piores homens do lugar abriu o coração para Jesus, mostrando
logo os frutos de uma vida transformada. Não demorou muito e
seus velhos amigos, companheiros do mal, começaram a
escarnecer dele. Um dia, o homem foi cercado pelos amigos e
houve a seguinte conversa: "Você diz que agora é um cristão,
certo? Então nos diga quem era o pai de Jesus Cristo?" "Eu
não sei". "Quem era Sua mãe?" "Eu não sei". "Quando Ele
viveu?" "Eu não sei". "Quantos anos Ele tinha quando
morreu?" "Eu não sei". "Como Ele morreu ?" "eu não sei".
"Bem, você é um belo cristão; você não sabe quem era o pai
de Jesus, ou quem era sua mãe, ou quando Ele viveu, ou
quando Ele morreu, ou como Ele morreu. O que você sabe?"
Então, o inculto mas, genuíno homem cristão, ergueu sua
cabeça e, olhando no rosto daqueles que o insultavam,
respondeu: "eu sei que Ele me salvou."

Como é maravilhoso podermos dizer: "Ele me salvou". O nosso
amado Senhor dos senhores, Rei dos reis, Leão da tribo de
Judá, Príncipe da paz, Deus Todo Poderoso... Ele nos amou e
pagou o preço de nosso pecado. Ele nos deu nova vida, nos
deu perdão, nos deu uma nova razão de viver. Seu amor excede
todo entendimento, Suas misericórdias duram para sempre, Sua
fidelidade jamais deixará de existir.

Sabemos que Ele tirou o ódio de nossos corações e colocou
ali a plenitude de Seu amor. Sabemos que Ele tirou toda a
angústia e aflição de nossas almas e colocou no lugar a
esperança que jamais será abalada. Sabemos que Ele tirou o
"eu não posso" e colocou o "Tudo é possível ao que crê".

Aquele homem, na Inglaterra, sabia o que era mais importante
para sua vida naquele momento. Maria, a mãe do Senhor,
também sabia. Nós, que hoje abrimos o coração para o Senhor,
também sabemos -- Jesus Cristo é o nosso Salvador. Glórias
sejam dadas ao Seu nome.

Fonte: Ministerio para Refletir

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Devocional do Dia: Como O Sal




"Vós sois o sal da terra; mas se o sal se tornar insípido,
com que se há de restaurar-lhe o sabor? para nada mais
presta, senão para ser lançado fora, e ser pisado pelos
homens" (Mateus 5:13).

Um jovem advogado, incrédulo, proclamava com alarido que
estava rumando para o oeste, a fim de encontrar um lugar
onde não houvesse nenhuma igreja, nem escola bíblica, nem
Bíblias. Antes do final do ano, ele escreveu a um advogado
amigo, um jovem ministro, implorando que fosse ao seu
encontro para começar uma classe de Escola Bíblica e um
local de pregação. Pediu também que não esquecesse de levar
muitas Bíblias. Ao encerrar sua carta, o advogado disse: "eu
estou agora seguro de que um lugar sem cristãos, sem igrejas
e escolas bíblicas e sem Bíblias, é como um inferno para
qualquer pessoa que ali viva."

Como sal espiritual, a igreja de Cristo preserva a sociedade
do avanço da decadência moral. Onde falta este sal, o
ambiente social se torna cada vez mais semelhante à
população do inferno.

Estamos nós conscientes da importância de nossa presença no
mundo? Temos compreendido que o nosso testemunho é
primordial para o bem-estar de todos que estejam ao nosso
redor, sejam religiosos ou não? Temos nos preocupado em
glorificar o nome santo do Senhor em tudo o que fazemos?

O Senhor nos colocou neste mundo como Seus representantes
para que o lugar seja agradável de se viver. Crendo ou não
no Senhor Jesus, todos aqueles que conosco convivem gozam do
privilégio de ter uma vida muito mais atrativa e abençoada.

E mais do que uma luz para iluminar o dia de todos, devemos
nos esforçar para que o nome de nosso Salvador seja exaltado
e para que aqueles que andam sem rumo encontrem o verdadeiro
Caminho para a vida abundante e eterna.

Temos sido como sal neste mundo? Ou já perdemos todo o
sabor?

Fonte: Ministério para Refletir

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Devocional do Dia: A Pátria Curada




"e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e
orar, e buscar a minha face, e se desviar dos seus maus
caminhos, então eu ouvirei do céu, e perdoarei os seus
pecados, e sararei a sua terra" (2 Crônicas 7:14).

  • Se todos os que dormem acordarem,
  • Se todos os desanimados se motivarem,
  • Se todos os desonestos confessarem,
  • Se todos os enfadados se animarem,
  • Se todos os deprimidos se alegrarem,
  • Se todos os alienados se reunirem,
  • Se todos os fofoqueiros se calarem,
  • Se todos os verdadeiros soldados se levantarem,
  • Se todos os ossos secos se mexerem,
  • Se todos os membros de igreja orarem...
  • Então poderemos ter um avivamento!

O que está faltando para sermos um povo feliz e vitorioso?
Por que ainda vivemos pelos cantos murmurando a respeito de
todas as coisas? Por que a corrupção continua se alastrando
por toda a nossa nação? Por que temos sempre a impressão de
que nada melhorará?

A resposta é simples: o povo de Deus, separado para ser luz
do mundo e sal da terra, convocado para ir e pregar o
Evangelho, estabelecido neste mundo como embaixador dos
Céus, designado para iluminar os ambientes tenebrosos,
continua indiferente, apático, não compreendendo a sua real
missão aqui na terra.

Se os filhos de Deus estivessem semeando o amor, haveria
muito menos ódio e violência em nossa terra. Se os cristãos
estivessem semeando a alegria de ter o Salvador no coração,
haveria menos desânimo, angústias e aflições. Se os salvos e
remidos pelo sangue de Cristo estivessem semeando fé e
esperança, haveria muito menos incredulidade e lares
destruídos.

Precisamos acordar, transmitir alegria, demonstrar confiança
em nossas atitudes, santificar as nossas vidas, nos
apresentar como soldados diante do estandarte de Deus -- a
cruz de Cristo. Precisamos mostrar que nem tudo está perdido
e que, em Jesus, seremos vitoriosos e condutores de grandes
conquistas para todos.

Quando o povo de Deus compreender a sua real importância,
nossa pátria será curada e um grande avivamento encherá de
regozijo cada canto do Brasil.

Fonte: Ministério para Refletir
BUSCADOR EVANGÉLICO – pesquise notícias, sites, mensagens, eventos, músicas gospel, ferramentas de estudo e ensino bíblico, bíblias eletrônicas, doutrinas, bibliotecas, história, referências, downloads

Pesquisa On-Line

Pesquise na Bíblia
Ex.: graça - Ex.: Gen 1.1-10

Citações

Vida Cristã

"Esperança é Fé no futuro do indicativo = ACONTECERÁ"

A Excelência

"Somos o que repetidamente fazemos. Portanto a excelência não é um feito, é um hábito" Aristóteles

Vida Cristã

"Fé é a ação da Palavra. Medo é a hesitação".

Principios de Sucesso

  1. Pensamento (Prosseco mental)
  2. Sonho (Por Vezes utópico)
  3. Visão (delimita e trona prático)
  4. Ação (concretizando)
  5. Hábito (Esforço e continuidade)
  6. Caráter (Assimilado através de bons hábitos)
  7. Destino (Realização do projeto)

Pr. Silas Malafaia


Sobre Pessoas

" As pessoas que menos fazem, são as que mais criticam"

Gilson R. Abreu.

A lei do Reconhecimento

" O que não é reconhecido, é desprezado. Tudo o que é desprezado é ingratidão"

Gilson R. Abreu.

O jeito de falar

"As palavras de baixo calão, surgem quando faltam argumentos"

Gilson R. de Abreu.

Campeões

" Campeões são aqueles que fazem com intensidade, aquilo que as pessoas comuns fazem rotineiramente"

Pessoas e fracassos

Há quatro tipos de pessoas que irão fracassar:

  1. Insensíveis
  2. insensatas
  3. desatentas
  4. desanimadas

Tempo de Conversão

"Eu só sei que estou convertido quando o velho homen, passa ser um estranho para mim"

Gilson R. de Abreu

O problema do Mundo

"O inferno são os outros"

Jean Paul Sartre